Hugol é entregue à população nesta segunda-feira

05/07/2015


Em auditório lotado na manhã desta segunda-feira (6/7), o governador Marconi Perillo (PSDB) inaugurou a que classificou como “a maior obra de saúde pública já construída no Centro-Oeste”. Ao lado do ministro da Saúde, Arthur Chioro, o tucano abriu, oficialmente, o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).


Um dos idealizadores do projeto. o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón, exaltou a velocidade e a qualidade da obra. “Nós fizemos esse hospital em 25 meses. Isso é recorde. Ao custo de R$ 2,4 mil o metro quadrado. Por isso, governador, o senhor estabeleceu um novo parâmetro na execução de obras públicas em Goiás. Isso é referência. Daqui para a frente a obra do Hugo tem que ser padrão para que se execute outras obras em Goiás”, explicou.

Serviços

Um dos destaques do Hugol será o Centro de Queimados Dr. Nelson Picollo. O serviço será o único de alta e média complexidade para vítimas de queimaduras no SUS em Goiás e terá “atendimento multiprofissional, humanizado e com equipamentos de ponta”. O atendimento prestado será para os queimados com risco eminente de morte. A unidade será uma referência para queimaduras com lesões graves, que precisam de internação imediata. O atendimento será em casos de queimaduras de 2º e, especialmente, de 3º grau.

Um diferencial do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira é o atendimento das urgências clínicas, que compreendem os casos graves de especialidades como a Cardiologia, Urologia, Neurologia, Pneumologia, Nefrologia, Hematologia e Clínica Geral.

O atendimento de traumatologia pediátrica também vem suprir uma lacuna na rede estadual de saúde. O Hugol será referência no Estado na assistência hospitalar de alta complexidade em crianças vítimas de traumas. Com o perfil diferente do Hospital Materno Infantil (HMI), concentrado no atendimento em urgências clínicas, o Hugol terá, para o atendimento pediátrico, 60 leitos de enfermaria e 19 de UTI e será responsável por diminuir os gargalos da oferta de atendimentos na rede de urgências em pediatria. Até o momento, os casos de ortopedia/trauma em crianças não possuíam uma unidade de referência no SUS em Goiás.

Outra exclusividade do novo hospital será o Banco de Sague. Inserida na Hemorrede Pública de Goiás, a unidade é a primeira do território brasileiro a ter o sistema Hemovida Web testado por completo, o que inclui desde o cadastro até a dispensação do hemocomponente. O Hemovida Web conta com o suporte do Ministério da Saúde e DataSUS e é um projeto-piloto do Ministério.

 

Números e especialidades

Unidade de Saúde de alta e média complexidade em Urgência e Emergência, Hospital da Rede Hugo com acesso regulado. Hospital de assistência, ensino, pesquisa e extensão universitária.
Especialidades

Cirúrgica: cirurgia geral, pediátrica, bucomaxilofacial, torácica, plástica (para o centro de queimados), neurológica, vascular e ortopédica/traumatológica;
Médica: clínica geral, pediátrica, cardiológica, gastroenterológica, urológica, neurológica, pneumológica, nefrológica, hematológica;
Medicina intensiva: adulta e pediátrica, unidade de queimados

Ficha técnica
• Ambientes: 510 leitos
• Emergência: 58 boxes
• Enfermarias: 360 (60 Ortopedia e Traumatologia, 60 Clínica Médica, 60 Especialidades, 60 de Cardiovasculares, 60 de Clinica Pediátrica, 60 de Clinica Cirúrgica).
• Centro de Queimados: 13 (6 Apartamentos Individuais sendo 1 leito de isolamento e 7 leitos de UTI)
• UTI: 86 (60 Adulto, 19 Pediátrica e 7 Queimados)
• 21 Salas Cirúrgicas
• Setor de Hemodinâmica (Banco de Sangue) – Previsão de 2,5 a 3 mil transfusões/mês; primeira unidade do Brasil a usar o sistema Hemovida Web
• 21 Consultórios de retorno
• Central de Diagnósticos para Exames de tomografia, ultrassonografia, eletrocardiograma, ecocardiografia com ecodoppler, raio-x, endoscopia, videolaparoscopia, análises clínicas, anatomia patológica e terapia renal substitutiva.

Capacidade de Atendimento
Internação: capacidade para 510 internações
Cirurgias: até 21 cirurgias simultâneas
Exames: atendimento de 24 horas para emergência e exames para regulação
Consultas: consultas de retorno, de acordo com a demanda.
Funcionários: 3.000 profissionais / 497 médicos
Estimativa de movimentação diária de pessoas: 7 mil pessoas