Polícia prende acusado de matar o mototaxista Márcio

30/01/2016

O mototaxista Márcio José da Costa de 29 anos, foi assassinado no final da tarde de ontem(29), em uma estrada vicinal, na zona rural de Itaberaí, com vários golpes de faca. Márcio foi morto por um passageiro, após assalto.

Segundo a Polícia Militar, um colega de trabalho de Márcio acionou os policiais. Ao chegar no local, foi encontrado o corpo com vários golpes de faca, de imediato a PM iniciou o patrulhamento na região. Um morador de uma fazenda alegou que um homem havia pedido informações de como chegar até o povoado de São Benedito.

Os policiais Cabo Douglas e Cabo Nelson com o apoio do Sub. Tenente Fortunato e Sgt. Marcos, conseguiram prender o suspeito, depois de várias horas de buscas em meio a uma plantação de mandioca. A prisão do suspeito teve apoio fundamental da população do povoado e de colegas de profissão da vítima, duas equipes do Comando de Policiamento Especializado(CPE) deram apoio na operação.


Ediney Cândido Pires de 27 anos, foi preso e confessou o crime. No momento da prisão, vários populares e amigos da vítima agrediram o autor do crime, a PM conseguiu conter a população.

Ainda segundo a PM, Ediney confessou que foi até o ponto de Moto Taxi, localizado na Avenida Goiás e teria pedido uma corrida até uma fazenda, a cerca de 15 km de Itaberaí. Ao chegar no local indicado, o autor começou a golpear o mototaxista com uma faca, Márcio teria ainda reagido e lutado contra o assassino.

Ediney confessou aos policiais que  não escolheu a vítima e que matou pra roubar, na pochete da vítima tinha cerca de R$ 30,00 em dinheiro, a moto não foi levada. O acusado foi levado a Delegacia e autuado em flagrante pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte).


É lamentável noticiar a morte de um trabalhador e uma pessoa tão querida por todos. Nossos sentimentos a todos os familiares e amigos do Márcio, saiba que estamos tristes pela sua partida.

 




Ediney após ser agredido por populares
 

Equipe que prendeu o acusado 


Arma utilizada no crime

Compartilhe:

 



 

Comentários: