Presa vigilante penitenciária suspeita de emprestar arma para matar marido
31/08/2016

Uma vigilante penitenciária temporária, de 29 anos, foi presa suspeita de envolvimento na morte do marido, de 34, em Itaguaru, a cerca de 42 km de Itaberaí. Segundo a Polícia Civil, ela emprestou a arma para um menor, de 17 anos, que é seu amante e amigo da vítima, praticar o homicídio.

A mulher foi detida na segunda-feira (29), por agentes da Delegacia de Itaberaí, na casa onde mora em Itaguaru. De acordo com a delegada Josy Guimarães, responsável pelo caso, a suspeita decidiu permanecer em silêncio durante seu depoimento. O menor, no entanto, confessou o crime, mas está solto por não ter ocorrido flagrante.

"O adolescente disse que eles tinham um caso e que a mulher alegou estar sendo agredida pelo marido. Eles então combinaram de que o rapaz pegaria a arma com ela para matar o homem", disse ao G1.
 

O crime foi cometido na madrugada do último dia 20. Conforme as ivnestigações, o marido e o amante eram amigos de longa data e se reuniam frequentemente para jogar videogame e assistir filmes. Ele foi à residência e quando entrou, deu um tiro na nuca da vítima, fugindo logo em seguida.

A suspeita será indiciada por homicídio qualificado e se condenada, pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. Já o menor vai responder pelo ato infracional análogo ao mesmo crime. Ele pode ficar no máximo três anos internado.

Fonte:G1/GOIÁS