Mais de mil pessoas protestam contra falta de segurança e aumento da violência em Itaberaí


16/03/2017


Os cidadãos de Itaberaí saíram às ruas nesta quin
ta-feira (16), em manifesto contra a onda de violência que vem assustando os moradores da região. A concentração teve início às 18h, em frente à Câmara Municipal e seguiu pelas principais ruas da cidade até a sede da Prefeitura.

O objetivo, segundo a organização do manifesto, é chamar a atenção dos governantes para que tomem providências diante da situação de calamidade e também reunir mais cidadãos, que se sentem como reféns da criminalidade.

Segundo um dos organizadores da manifestação, o advogado Rodolpho Silva, a comunidade local tem sofrido uma sequência de furtos e roubos violentos. “São dois furtos durante o dia, quatro assaltos durante a noite, e teve casos de cárcere privado como foi o caso de um ex-juiz, que foi mantido refém na casa dele, então está descontrolado”, frisa.

Uma audiência pública foi realizada na última segunda (13), onde foi formada uma comissão para representar a sociedade perante às autoridades. 

Na tarde de hoje, a maioria dos comerciantes da cidade fechou as portas às 17h, a pedido da CDL, em forma de protesto contra a insegurança. A passeata, que foi acompanhada por policiais militares, incluiu faixas, cartazes, balões brancos e um carro queimado. O veículo é fruto de um assalto ocorrido na sexta-feira (10), no qual os criminosos fizeram a família de refém dentro da própria casa e levaram os pertences.

A imagem pode conter: céu, carro, árvore, nuvem e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 1 pessoa, multidão, noite e atividades ao ar livre

Nenhum texto alternativo automático disponível.