Empresário Itaberino Zé Garrote será ouvido na CPI dos incentivos fiscais



12/09/2019


Em nova fase, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), irá ouvir empresários que tiveram incentivos fiscais em suas empresas e ficou marcada para o dia 23 de setembro, após aprovação dos deputados membros da CPI, a oitiva do empresário José Carlos Garrote de Souza, do Grupo São Salvador.

 

Além dele, outros 20 empresários devem ser ouvidos pela CPI que investigar a concessão dos Incentivos Fiscais. A CPI que foi instalada em 13 de março de 2019, por 90 dias (prorrogáveis por mais 90 dias), com a justificativa de investigar possíveis irregularidades na concessão de benefícios fiscais e créditos outorgados no Estado. A iniciativa, do deputado estadual Humberto Aidar (MDB), teve respaldo (velado) do governador Ronaldo Caiado (DEM) e a assinatura de outros 22 deputados estaduais.

 

Estima-se que cada vaga de emprego criada em Goiás por empresas que receberam incentivos fiscais custou R$ 7,5 mil.