Fazendeiro de Itaberaí é multado pelo rompimento de sua represa.
 

O rompimento de duas grandes barragens pode ter causado a destruição da ponte sobre o Rio das Almas, na GO-070, município de Itaberaí, no último dia 4 de janeiro. A constatação é da Delegacia de Meio Ambiente, que está periciando a estrutura com o apoio da Polícia Técnico-Científica e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).


De acordo com o delegado Luziano de Carvalho, até o momento foi identificado o rompimento de duas grandes represas, o que pode ter contribuído com a queda da estrutura. No momento da queda da passagem, chovia bastante na região. Ele destaca que a equipe está investigando o possível rompimento de outras represas na cidade. Todas elas estão localizadas dentro de fazendas da região. Até agora apenas um fazendeiro foi multado em R$ 250 mil.


Desde a queda da ponte, que faz ligação com a cidade de Goiás, uma passagem metálica foi montada emergencialmente pela 23ª Companhia de Engenharia do Exército. Neste quarta-feira (9), a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) anunciou a contratação da Warre Engenharia e Saneamento para executar, em 120 dias, os serviços de construção de uma ponte de concreto.


O serviço, segundo a Agetop, será feito com dispensa de licitação por causa do caráter emergencial da obra. Devem ser gastos R$ 3,8 milhões, de acordo com proposta apresentada pela empresa.


* com informações do Goiás Agora e CBN Goiânia