Motoristas enfrentam congestionamento próximo a Itaberaí
 Motoristas que passaram pela GO-070 enfrentaram engarrafamento no trecho próximo a Itaberaí na manhã desta quinta-feira (07). Além do natural aumento do tráfego de veículos em virtude do feriado prolongado, havia indícios de que o fechamento da pista para uma obra na rodovia teria provocado o tumulto.

A espera teria chegado a 40 minutos, formando uma fila de cerca de 3 km, provocando tensão entre os motoristas.

Questionada sobre o problema, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) não confirmou o fato e atribuiu o congestionamento a um acidente sem vítimas que houve no local. Ainda segundo a PRE, o movimento no trecho se normalizou no início da tarde.

Rodovias federais

O feriado de Corpus Christi começou violento nas rodovias federais que cortam o Estado. Na quarta-feira (06), foram registrados 24 acidentes com 12 feridos, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Até o próximo domingo (10), 300 policiais irão trabalhar em escala de revezamento para aumentar a fiscalização nas estradas, principalmente àquelas que dão acesso às cidades turísticas, como as BR-153 e 060, região metropolitana de Goiânia que dá acesso a Caldas Novas, e a BR-414, que dá acesso à Pirenópolis e Corumbá.

No domingo (10), quando a maioria das pessoas volta de viajem, está proibida a circulação de veículos longos nas rodovias de pista simples, das quatro horas da tarde às 10 da noite.

Chefe de comunicação da Polícia Rodoviária Federal, o inspetor Newton Moraes também chama a atenção para alguns trechos onde há obras na pista. “A preocupação maior é com a BR-060, entre Goiânia e Jataí, os trevos em duplicação da BR-153, como é os casos de Hidrolândia, Professor Jamil e Pontalina, além do trecho desta rodovia entre Anápolis e Porangatu”.

Em 2011, a PRF registrou nos cinco dias do feriado prolongado de Corpus Christi um total de 56 acidentes, com 44 feridos e seis mortos. Mais de 6 mil notificações de infração foram emitidas, sendo 15 por embriaguez.