Itaberaí registra 6 casos de dengue em Janeiro


01/02/2013

De acordo com o último dado epidemiológico divulgado pela Secretaria da
Saúde do Estado de Goiás, Itaberaí registrou 6 casos de dengue, a cidade ainda está em classificação de “baixo risco” a incidência e casos notificados da dengue é da Semana 04 (até dia 26/01/2013), na semana 03(até dia 19/01/2013) o índice era de 04 casos registrados, na semana 02 e 01, Itaberaí não tinha nenhum caso registrado e notificado.

 

Observamos que os casos registrados de DENGUE em Itaberaí está em uma crescente e é necessário a ajuda de todos, população e governo, para podermos diminuir essa doença que ainda MATA muitos todos os anos.

 O mosquito transmissor da dengue (e também da febre amarela).



Segue algumas dicas.

 

Medidas a adotar:

  • Tampar reservatórios de água, como cisternas, tanques e fossas;

    - Armazenar garrafas com o bico voltado para baixo;

    - Remover o lixo e entulhos, armazenando-os em recipientes adequados e depois os destinando à coleta;

    - Colocar larvicidas em recipientes, como pratinhos de plantas. A borra de café (duas colheres para cada copo de água) é bastante eficaz,
    sendo necessário repô-la a cada uma semana, após lavá-los com bucha;

    - Abrir portas e janelas quando a nebulização estiver sendo feita em sua rua;

    - Nunca deixar de atender em sua casa o agente de saúde.

Fique alerta aos sintomas da dengue:

Depois da picada do mosquito com o vírus, os sintomas se manifestam normalmente do 3º ao 15º dia. Esse período é chamado de incubação.
O tempo médio de duração da doença é de cinco a seis dias. É só depois do período de incubação que os seguintes sintomas aparecem:

Dengue Clássica

Febre alta com início súbito.
• Dor de cabeça.
• Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento deles.
• Perda do paladar e apetite.
• Náuseas e vômitos.
• Tonturas.

Extremo cansaço.
• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
• Moleza e dor no corpo.
• Muitas dores nos ossos e articulações.

Dengue Hemorrágica

Os sintomas da dengue hemorrágica no início da doença são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre, com maior freqüência, quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alarme:

Dores abdominais fortes e contínuas.
• Vômitos persistentes.
• Pele pálida, fria e úmida.
• Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
• Sonolência, agitação e confusão mental.

Sede excessiva e boca seca.
• Pulso rápido e fraco.
• Dificuldade respiratória.
• Perda de consciência.



Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas.

Se você apresenta esses sintomas,
vá imediatamente a uma unidade de saúde.


 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:
A automedicação pode ter efeitos indesejados e imprevistos, pois o remédio errado não só não cura como pode piorar a saúde.
No caso da dengue, remédios à base de ácido acetil salicílico, como AAS, Melhoral, Doril, Sonrisal, Alka-Seltzer, Engov, Cibalena, Doloxene e Buferin NÃO podem ser ingeridos, sob o risco de provocarem sangramentos.


Compartilhe:


 



Comentários: