Operação Miquéias - Divulgado trecho da conversa do Prefeito de Itaberaí, Roberto Silva, com o contraventor Almir
 

10/10/2013


A Operação Miqueias, deflagrada pela Polícia Federal (PF) no dia 19 de setembro, ganhou um importante capítulo na semana passada. O inquérito completo da investigação foi divulgado e tornou público os detalhes da operação que foi montada para desarticular uma quadrilha que desviava verba dos fundos de pensão de municípios e Estados. 


Em Itaberaí, o lobista Idailson intermediou o encontro entre o prefeito Roberto da Silva e o mesmo “pastinha”, Almir. Na escuta telefônica entre Idailson e Almir, fica evidente a ligação:


(...) 02/07/2013
ALMIR — Oi, fala!
IDAILSON — E aí, tudo bem?
ALMIR — Beleza.
IDAILSON — Estou com o prefeito de Itaberaí aqui!
ALMIR — Ham.
IDAILSON — Olha aí para mim o que é que tem e eu vou marcar um encontro para vocês dois.
ALMIR — Então beleza. Vou olhar agora e te ligo em cinco minutos.
IDAILSON — Olha e me liga aqui agora. Estou com ele. Ele é assim, é meu. Para onde eu falar ele vai.
ALMIR — De Itaberaí, né?
IDAILSON — Itaberaí. Só que o secretário de finanças dele lá é do Banco do Brasil. É um cara que você tem que ter uma visão esperta.
(...)


Ocorreram outras ligações, inclusive diretamente entre o prefeito e Almir:

(...) 03/07/2013
ALMIR — Alô!
ROBERTO — Alô, é o Roberto Silva. Você me ligou?
ALMIR — Opa, liguei. Aqui é o Almir, tudo bem? Amigo do Idailson da Casa Civil lá.
ROBERTO — Ô, tudo bem Almir?
ALMIR — Tudo bem. Ele pediu para eu dar uma ligada para o senhor, ver se o senhor tinha um tempinho. Eu estou aqui em Goiânia, mas volto hoje.
ROBERTO — Hoje no final da tarde, pode ser? Depois das 18 horas?
ALMIR — Pode ser. Umas 20 horas eu te ligo então.
ROBERTO — Combinado. Aguardo então, tá?
ALMIR — Abraço.
ROBERTO — Outro. Tchau, tchau!
(fim)


A continuação do inquérito relata vários contatos do Prefeito de Itaberaí com lobistas e pastinhas que atuavam pela organização fraudulenta. É detalhado a relação que ambos os lados estabeleceram durante o tempo de negociações. Segundo o site Ohoje, ao fim do inquérito, na conclusão, foi pedida a prisão temporária dos prefeitos de Pires do Rio, Eduardo Pitaluga, e de Itaberaí, Roberto da Silva.



Compartilhe:


 



Comentários: