55 Mototaxistas de Itaberaí participam de Curso para - Profissionais em Transporte Individual de Passageiro


22/11/2013


Com o objetivo de regulamentar a situação frente à Legislação de Trânsito que requer que o Curso esteja averbado na CNH para atuar como profissional de transporte público, 55 (cinquenta e cinco) mototaxistas de Itaberaí participaram do curso realizado nos dias: 15, 16 e 17 de novembro através da Auto Escola Conexão

Um grupo da categoria que exerce a profissão em Itaberaí já há alguns anos, procurou à proprietária da Auto Escola Conexão, Lilian Roberta para buscar os mecanismos legais frente ao DETRAN para aplicar o Curso destinado a profissionais em transporte individual de passageiro – MOTO TAXI. E em parceria com uma empresa altamente gabaritada realizou o curso. “Foi altamente gratificante para mim e para o CFC Conexão acompanhar a dedicação e o prazer destes trabalhadores de estarem se capacitando. Foi um treinamento avançado, buscamos em todos os nossos atendimentos e assessorias em serviços de consultoria de trânsito proporcionar todo atendimento e assistência com qualidade e carinho para que nossos clientes se sintam confortáveis e satisfeitos com a equipe que realiza o primeiro contato, com a equipe que ministra as aulas. Eu agradeço a Deus por este momento e parabenizo a cada um destes 55 mototaxistas que nos companharam nesta caminhada.” (Lilian Roberta)

Estes profissionais e pais de família abdicaram do tempo em que podiam estar exercendo a função e sendo remunerados por 03 dias para dedicar seu tempo para se qualificar. Foram 25 horas de aulas teóricas e 5 horas de aulas práticas, onde puderam se reciclar acerca de alterações das leis, segurança, simulações em situações de emergência.

O Major José Roberto Porfírio, Comandante da 39º CIPM de Itaberaí que acompanhou o desenvolvimento do curso afirmou que a Lei que exige a regulamentação da classe já está vigente desde 2010. E uma vez que o intuito da maioria foi se adequar a essa exigência será dado um prazo para que cheguem os certificados e os mototaxistas possam fazer a averbação na CNH, e terminado esse período de prazo a atuação da Polícia Militar será de fiscalizar e acompanhar os trabalhos da categoria. Ele também parabenizou o empenho e participação dos 55 mototaxistas que frequentaram as aulas.







Compartilhe:


 



Comentários: