Caso MEGA MOTOS: Polícia Civil prende 02 pelos crimes de associação criminosa e estelionato


19/01/2015

A Polícia Civil(PC) de Itaberaí deflagrou operação policial para cumprimento de mandados de prisão em desfavor dos proprietários da empresa Mega Motos, Rommel Bonfim e Maria de Lourdes foram presos pelos crimes de associação criminosa e estelionato.


Segundo a PC, Rommel e Maria são conhecidos na atividade policial por cometerem crimes de estelionato em várias cidades do país. O caso mais recente conhecido foi o golpe da compra premiada aplicado na cidade de Inhumas-GO.


O golpe aplicado em Itaberaí é idêntico ao aplicado na cidade de Inhumas-GO pela empresa Eletromotos. A fraude consiste em atrair consumidores para que fechem grupos de pessoas com a promessa de adquirir um bem móvel, no caso motocicletas. Cada participante paga parcelas mensais e concorre, em sorteios, pelo objeto do contrato.


Quando sorteado, o contratante é desobrigado de pagar o restante das parcelas, tornando-se proprietário do bem com se estivesse pago todas as parcelas.


No dia 14 de janeiro de 2015 houve uma reunião entre os prejudicados pelo golpe, a de delegada de Polícia Josy Alves e o promotor de justiça local.
Todas as providências estão sendo tomadas. A polícia continua suas investigações para identificação de todos os envolvidos no esquema fraudulento.


Para mais informações e registro do procedimento policial procure a Delegacia de Polícia Local, Rua 05, Qd. 09, Lt. 04, Setor alto da Bela Vista, Telefone 3375-1344.


 

 

 

Compartilhe:


 



 

Comentários: