Preso confessa que planejava matar esposa e depois se matar, em Itaberaí
 20/11/2019

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) prendeu na noite desta segunda-feira (18/11) um homem acusado de planejar matar esposa e depois se matar em Itaberaí, a 101 quilômetros de Goiânia.

Segundo a corporação, o homem chegou a agredir sua companheira com armas brancas. Além disso, o acusado preparou o cenário do crime em que ele mataria a esposa e depois tentaria o suicídio com um fio amarrado à janela.


De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás, a prisão em flagrante delito aconteceu por meio dos policiais do 34° Batalhão da Polícia Militar (BPM), que na noite de segunda-feira (18/11) em Itaberaí receberam a informação de que um homem tinha acabado de agredir a esposa com facas e planejava matar esposa em seguida.


Ainda segundo a corporação, vale ressaltar que  a ação rápida da Polícia Militar de Goiás evitou mais uma tragédia familiar. De acordo com os policiais, com a união e apoio de todas as equipes de serviço foi possível gerenciar a situação de crise, realizar o adentramento, imobilização, abordagem e busca pessoal do acusado e domiciliar.


Diante disso, a corporação frustrou os planos do acusado, que era matar esposa e depois se matar.

Acusado que planejava matar esposa e depois se matar já havia preparado o cenário do crime

De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás, na ocasião o acusado que planejava matar esposa e depois se matar já havia preparado o cenário do crime, conforme mostra as fotos feitas pela corporação.

No momento da prisão o acusado acabou confessando a sua real intenção, que era de praticar o crime de feminicídio contra sua esposa.

Posteriormente, conforme o que disse aos policiais, ele iria tentar o suicídio.